CSS Drop Down Menu by PureCSSMenu.com

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Lego Black Ops

Ano passado a indústria dos games foi marcado pelo lançamento do jogo Call of Duty Black Ops da desenvolvedora treyarch. Ninguém pode negar, não a época que o sorriso no rosto de vendedores de games fica tão largo como na de lançamento de um Call of Duty. Particularmente esse capítulo da série não me agradou muito, porem fiz parte da massa que comprou o jogo no lançamento... enfim, já passei ele pra frente, agora to de boa... Agora esse vídeo que está rolando no youtube é sensacional!!! Stop motiom com Lego, no melhor estilo Call of Duty!!!




Creditos: Everton, companheiro de longa data nas jogatinas frenéticas!

Apocalipse Subterrâneo!

Dmitriy Glukhovskiy, esse nome poucos podem conhecer, mas sua obra teve uma repercussão estrondosa.

Metro 2033, desde 2002, quando se iniciou a publicação on-line do livro de ficção desse habilidoso escritor russo, foi ganhando espaço e tomando a atenção dos entusiastas do gênero. Devido ao rápido sucesso, ganhou sua versão impressa se tornando um best-seller em seu país de origem (Rússia). O jovem jornalista em 2007 foi premiado em Copenhague com o Premio Europeu de Ficção Cientifica. Em 2009, cerca de 400.000 copias de Metro 2033 foram vendias somente na Rússia. Deixando as proezas gráficas de lado, vamos ao que interessa. Metro 2033 nos leva a uma moscou pós-apocalíptica, devastada por uma guerra nuclear onde o único refugio da humanidade é o metro da cidade. Esse mundo é mostrado através do olhar do jovem órfão, “Artion”, que recebe a missão de cruzar o metro e seus perigos desconhecidos para tentar salvar o que restou da raça humana. Dmitry incrivelmente nos guia por trilhos e túneis extremamente tensos e amedrontadores, e a cada pagina que temos que virar nos traz um receio em ralação ao que vai acontecer com os personagens carismáticos que conhecemos no caminho dessa jornada ao desconhecido. A narração é rica em detalhes criando uma imersão cada vez mais palpável, como citei os personagens que o autor nos apresenta, são extremamente marcantes, tanto por seu carisma quanto por sua política , estilo de vida, pensamentos e conflitos pessoais. Além da critica feita a humanidade por não dar valor à vida que tem hoje. E é brilhante como o desenrolar da história começa a nos mostrar um panorama incrível de acontecimentos que se interligam formando uma corrente e colocam em xeque milhares de questões como, religião, crença, Deus, destino entre outros dogmas. Tudo isso, levando a um clímax inesperado e surpreendente que faz os olhos transbordarem de lagrimas.


Essa foi umas das obras de ficção e terror mais incrível e cativante que eu já li. Com muita ação, suspense, terror e dilemas político-sociais, Metro 2033 me conquistou Em 2010 foi lançado na Rússia o metro 2034, que por enquanto não tem previsão de lançamento nas terras tupiniquins, entretanto caçando na internet, encontrei uma versão do livro em espanhol, onde estou acompanhando pouco a pouco os novos acontecimentos, e digo que não vejo a hora de lançar aqui!!! É compra certa!!! Lembrando que foi lançado o game homônimo, porem que deixa um pouco a desejar em relação ao livro, que em passos largos é bem superior. A editora Planeta está de parabéns ao lançar esta obra, esperamos que em breve nos tragam noticias, estamos ansiosos para a sequência!


Agradecimentos: Claudionor (Ed. Planeta)



Poesia, para começar bem a semana!

O momento em que estamos juntos é interminável…
Nossos corpos estão tão unidos que posso sentir as batidas do seu coração.
Nossa respiração confunde-se com a do outro…
Nossos movimentos são sincronizados… indo e voltando… para frente e para trás…
Às vezes pára, e então, quando nos cansamos da mesma posição, nos esforçamos para mudar, mesmo que seja só por pouco tempo.
O suor de nossos corpos começa a fluir sem nada que possamos fazer…
Um calor enorme parece que nos fará desmaiar…
Uma força ainda maior nos faz ficar ainda mais colados um ao outro e, quando não agüentamos mais segurar…
Uma voz ecoa em nossos ouvidos :




“Estação Sé …… desembarque pelo lado esquerdo do trem”.




sábado, 29 de janeiro de 2011

10 Coisas que não se deve fazer no banheiro masculino!



Roubado do Facebook do camarada Thiago J.G.!!! kkkk

Os protestos em Atenas seguem, com violência!



E no Egito, a batalha continua!



Enquanto isso, no reino animal!



sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Mascote do Blog

Dentro de alguns dias já teremos o nosso mascote do blog, afinal, o que é um blog hoje em dia sem mascote? Vou deixar uma prévia só para vocês acompanharem o desenvolvimento:

Ixi... agora que eu ví... ...assim ta parecendo o predador kkkk! Bom, mas não tem nada a ver... ...acho!

Assassins Creed...


kkkk Muito boa...

Da série, Chuck não brinca!


Chuck Norris é modesto e nunca mostra seu poder por completo:

Sei que é maldade, mas eu rí!!!

Você, depois de chegar do serviço cansado, resolve jogar seu kinect tranquilo, porém Maria Joana está com fogo nas cavidades e não para quieta... ...dá no que deu:



kkkkk eu rí muito, aff mano.

Cotidiano Nipônico

Todos sabem que o povo da terra do sol nascente é bem excêntrico, disso eu não tenho dúvidas, no vídeo abaixo vemos mais uma de suas técnicas aplicadas na arte do vídeo-clipe... kkkk... Esse post é totalmente a cara do Thiago J.G. ele vai adorar... ...ou não.

Temos que concordar que o cabelo das japitas é bem Legal!!!



Quando Alluda Majaka se encontra com matrix!


Quem curte filme de ação com certeza já ouviu falar de Duro de Matar, Maquina Mortífera, entre outros clássicos de tiroteioporradariahollywoodiana, porém existem clássicos deste seguimento cinematográfico em um país muito distante! Na índia um filme chamado "Alluda Majaka", é uma verdadeira perola da ação freneticamente desenfreada. Se você costuma ficar fuçando em blogs por aí, deve ter ouvido falar, se esse não for o caso, é só clicar aqui, e assistir o que é considerado a maior cena de ação já feita até "hoje", que você vai ficar por dentro do assunto.

Agora que já conhece esse fantasticamente incrível filme indiano, imagine entregar toda a tecnologia de efeitos especiais de Hollywood nas mãos desses produtores indianos...

É, você deve estar imaginando a cagad... ...quero dizer a obra de arte que seria...
No entanto, é impressionante o resultado, e estou falando "sério"!!!
Só vendo para crer:




Policial Chuck Noris!

Bom, não peciso falar nada, basta assistir ao vídeo:





Rock, Guerra, Colegiais, Saias Curtas e Mais

Na noite de 6 de maio de 1937, uma gigantesca bola de fogo caiu do céu no território de Nova Jersey nos Estados Unidos, se tratava de hindemburg o maior dirigível da história até 1937, construído durante a Alemanha nazista pelas industrias Zeppelin , ele veio abaixo supostamente por uma falha humana, tornando 35 passageiros e 1(um) besta que estava passando pelo local em estatistica. Pouco tempo depois, no fim dos anos 40, no mesmo pais surgiu rock and roll, com raízes em sua maioria em gêneros musicais afro-americanos, e rapidamente se espalhou para o resto do mundo. Tá agora você deve estar se perguntando:

- Beleza, aonde esse idiota quer chegar apresentando essa polaridade esdrúxula e sem nexo algum? Ok, se você for do “movimento”, já deve saber onde eu quero chegar, em todo caso, se você não entendeu patavinas do que eu quis insinuar, eu explico.

Em 1968 surgiu o nome Led Zeppelin e em 1969 foi editado seu primeiro álbum que resultava de uma combinação de Rock, Blues e algumas influências orientais com amplificações distorcidas, o que o levou a tornar-se um dos pivôs do surgimento do heavy metal. (metaaaaaaaaal). E em 1945 começa a surgir o mangá no Japão...

...ai você novamente pergunta:

- O que?

- Tá ficando louco?

- Tava falando de dirigível, rock, banda agora desenho japonês?

Pois é, eu to parecendo aqueles mestres falando através de parábolas kkk, o que quero compartilhar com vocês é o trailer de um filme tão maluco quanto as palavras acima, porem que há muito tempo a nerdaiada esta afim de ver desde quando estava no saco do papai!

Sucker Punch!!!

Ah, sem deixar de citar a trilha sonora de led zeppelin, sem esse toque final o post não faria sentido algum... ...se é que agora faz!