CSS Drop Down Menu by PureCSSMenu.com

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Video Game não é mais brinquedo...

Semanas atrás minha esposa e eu estávamos no Shopping, entrando em uma loja reparei em um garoto, ele devia ter uns 10 ou 12 anos, ele queria muito um PS3, seu pai viu o preço e quase gritou dentro da loja, “O que? Tudo isso não, não... isso é só um brinquedo esta muito caro, não pago isso em um brinquedo” disse o pai. O garoto teve que sair da loja sem game e sem alegria.
O texto a seguir é para você Pai do garotinho.

Em 2007 a indústria cinematográfica estava a todo vapor, muitos filmes em lançamento e muitos filmes promissores que renderiam um bom dinheiro aos cinemas e as produtoras. Em uma semana especifica estava para serem lançados alguns filmes que seriam a maior bilheteria daquele ano, mas, não foi assim, por algum motivo nessa mesma semana os cinemas registraram uma estranha baixa em sua bilheteria, nada que fosse tido como uma catástrofe, mas era uma baixa considerável e de certa forma preocupante,  não podia ser ignorada.
Em busca de respostas uma grande pesquisa foi feita, e assim veio uma resposta unanime e inesperada: HALO 3!!!
HALO3.

Isso mesmo, aquela foi à semana de lançamento do game mais aguardado do ano, a pesquisa comprovou que parte da população preferiu gastar seu dinheiro comprando o game e que gastou seu tempo livre jogando. Provavelmente foi nesse dia que a indústria cinematográfica aprendeu a não só temer os games, mas também respeitar.
O mercado dos games esta crescendo de forma assustadora, hoje a indústria dos games tem gastos e lucros maiores que o cinema, principalmente os lucros. A cada lançamento  os jogos chegam com melhores gráficos, tecnologia e principalmente enredo, prova disso são games como Assassin’s  Creed  Brotherhood que em seu roteiro teve mais números de paginas do que muitos filmes Hollywoodianos. Hoje essa indústria migra pessoas do cinema para trabalharem em seus produtos, como foi o caso do jogo  Enslaved, que teve seu roteiro escrito pelo diretor do filme Extermínio   e seu personagem principal Monkey, foi interpretado pelo mesmo ator que deu vida a Gollum/Smeagol na saga do Senhor Dos Aneis. Recentemente tivemos o diretor John Carpenter como roteirista do game F.E.A.R 3, famoso por trabalhar com filmes de terror.
Monkey de Enslaved.




























Hoje os consoles  possuem  tecnologias parecidas com as dos PCs, eles armazenam fotos, vídeos, musicas...podemos jogar com qualquer pessoa em qualquer lugar do mundo, basta um clique e estamos jogando Online e assim criando uma nova rede social, e sim os games hoje já estão conectados as atuais redes sociais.

 E depois de tudo isso, o pai que citei no inicio do texto vem me dizer que Video-Game é só um brinquedo??!?!?!Ele é louco!!!?? Hoje posso afirmar sem medo que Videogame não é mais um brinquedo, agora ele é um entretenimento, como teatro, musica, cinema, parques de diversões etc..
Quando o Nintendo Wii foi lançado ele foi extremamente elogiado pelo seu promissor futuro na área de recreação, exercícios e fisioterapia, o PS3 inicialmente foi eleito com um novo rumo para a tecnologia, foi dito que sua tecnologia estava 50 anos a frente e que a mesma seria  usada em outros produtos tecnológicos, e recentemente temos o Kinect para o XBOX 360, um acessório  que alem de ser câmera/webcam com microfone embutido, dispensa o uso de controles para jogar sendo necessário usar somente seu corpo, o Kinect atualmente é a maior revolução no mundo dos games, hoje e sua tecnologia é um exemplo e sim a mesma tecnologia esta para ser usada em outros lugares... até mesmo na área hospitalar.
E mesmo assim esse pai e muitas outras pessoas dizem que Video-game é só um brinquedo, isso é pura ignorância, alem de ser um entreternimento, ouso em dizer que os consoles tornaram-se um eletro-domestico como TVs, PCs...
Então pense duas vezes antes de falar que vídeo-games são só brinquedos.


4 comentários:

Postar um comentário