CSS Drop Down Menu by PureCSSMenu.com

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

2 Coelhos - Crítica




Um filme divertido, tenso e ousado que tem o poder de mudar o rumo do cinema Brasileiro, para a melhor!

Em filmes como O Homem que Copiava, nos bem sucedidos Tropa de Elite e Tropa de elite dois é evidente o amadurecimento do cinema nacional que abandona a necessidade da putaria em meio ao roteiro para dar lugar a uma trama séria e tensa e em 2 Coelhos esse amadurecimento também é evidente não somente no roteiro mas também no belo visual.


A tragédia apresentada logo de cara nos faz pensar o quão irremediável pode ser para uma pessoa vivenciar uma situação independentemente do ponto de vista. É praticamente impossível suportar tal situação. Imagine um frágil objeto de vidro que se espatifa em milhares de pedaços. Você seria capaz de reunir todos os cacos de uma forma que conseguisse consertá-lo? Dificil!

O roteiro desenrola de uma forma não cronológica sendo apresentado pelo protagonista que revela os fatos ao decorrer do filme da maneira que mais lhe convêm, desse modo gerando entusiasmo e uma tensão que te prende da mesma forma que acontece em tropa de elite 2, tenso D+!


Com diversas referências nerd e até mesmo com direito a exaltação dos games, diálogos “no sense” no melhor estilo Tarantino, incríveis. Humor inteligente e criativo como só o povo brasileiro sabe fazer, que arranca diversas gargalhadas do publico. A espada samurai é a maior prova de homenagem ao publico nerdesco e simpatizantes da cultura pop, sempre marcando presença em diversas cenas, principalmente em uma das mais divertidas.


O visual de 2 Coelhos bebe da fonte de Hollywood e usa com maestria diversos elementos que estamos cansados de ver nos filmes norte americanos, mas que se tornam novidade com toque diferenciado e mais emocional nas mãos do diretor brasileiro. Os flashes de câmera, iluminação e o clássico slow-motion são usados tanto para enfatizar o impacto das cenas de ação quanto para acentuar a dramaticidade de momentos emocionantes. Algumas pessoas vão criticar o filme por utilizar esses elementos hollywoodianos, me desculpe, mas vocês não sabem o que estão falando. Até 1970 os americanos seguiam e se inspiravam em um padrão de filmagem francês e a partir desse estilo se criou o que conhecemos hoje, então por qual motivo o cinema brasileiro, que está deixando as fraudas, não pode ter um embasamento a partir do estilo americano de filmar?


Afonso Poyart não esconde sua inspiração em momento algum e como disse, usa todos os elementos com maestria, criando uma obra sublime que encaixam todas as peças do quebra-cabeça apresentado, apos diversas reviravoltas tiros e câmeras lentas. Lembra do objeto de vidro estilhaçado que usei de exemplo? Poyart consegue unir cada partícula dele no desfecho de sua obra.


Toda essas referencia e visual acompanhados de uma trilha sonora muito bem trabalhada! Algumas cenas vão te arrancar um: - Uau! Principalmente nas acompanhadas pela música “Kings and Queens” do “30 seconds to Mars”. O tema de Julia também reserva emoções.

Kings and Queens - 30 Seconds to Mars


Será que é isso que eu necessito - Titãs


A atuação de cada um dos atores é de tirar o chapéu. O mais divertido é que cada um dos personagens tem sua peculiaridade, mesmo o mais coadjuvante deles. Cada um dos diversos bandidos, ou não, é inesquecível e possui personalidades marcantes que conseguem cativar o público durante sua breve participação.

O plano de Edgar encerra o circulo de acontecimentos no ultimo segundo do filme... e é de arrepiar!


2 Coelhos é tenso, divertido e emocionante do primeiro ao ultimo segundo, literalmente. Obrigatório para todo Brasileiro que adora assistir um ótimo filme no cinema e ver que o ingresso valeu cada centavo!

Bom filme a todos!

Trailer:


Site oficial: www.2coelhosofilme.com.br

Um comentário:

Postar um comentário